São Rafael Velha - parte II

 

Esse fim de semana voltei a São Rafael pra continuar o trabalho. Encontrei os lugares que fotografei há dois anos completamente tomados por vegetação, e lembrei desse poema de Ferreira Gullar:

 

A morte de Clarice Lispector

Enquanto te enterravam no cemitério judeu
do Caju*
(e o clarão de teu olhar soterrado
resistindo ainda)
o táxi corria comigo à borda da Lagoa
na direção de Botafogo
as pedras e as nuvens e as árvores 
no vento
mostravam alegremente
que não dependem de nós