As paisagens que nos viram, meu bisavô e eu | nanquim e impressão a laser sobre papel | 15X10cm | 2016 

São Rafael desapareceu debaixo d’água na década de 1980 e suas ruínas apareceram em 2013. Sempre que posso vou lá, vagar pela destruição. Às vezes, faço fotografias. No intento de um encontro impossível, volto às imagens que fiz e apago tudo aquilo que precisaria esquecer para ver com meu bisavô: a água e as destruições que ela causou. Permanecem as serras que viram meu bisavô e também vêem a mim. O tempo geológico quase não passa. Faço postais que permitem lembrar apenas daquilo que ainda existe.